sexta-feira, 1 de junho de 2012

O Duque e Eu - JULIA QUINN

                                                                                                                                                                                                                       
Romance Histórico


Sinopse

Pode haver um desafio maior do que um duque solteiro? 


Simon Basset, recém-nomeado duque de Hastings, está prestes a pedir a mão de Daphne Bridgerton em casamento. Daphne é irmã de seu melhor amigo e quase uma solteirona, mas somente eles dois conhecem a verdade... Tudo não passa de um plano, com dois intuitos: proteger o charmoso duque dos avanços das moças solteiras e aumentar as chances de Daphne de conseguir um bom partido, depois de ter sido cortejada por um duque. 



No entanto, enquanto Daphne valsa pelo salão de baile nos braços de Simon, fica difícil se lembrar de que aquele romance é apenas uma encenação. Daphne não tem certeza se é o sorriso sedutor de Simon, ou se é o jeito como ele olha para ela, mas a verdade é que ela está se apaixonando... de verdade! E agora, ela precisa fazer o impossível para convencer o atraente duque de que o plano que ambos tão bem arquitetaram merece uma ligeira alteração, e que talvez os dois descubram que pode ser bem melhor e eficaz se a farsa se transformar em realidade...


Minha Opinião




     Um livro muito interessante. Todo o tempo fala sobre como no passado era de suma importância se conseguir um marido que demonstrasse poder e fortuna. Onde a luta para se casar era quase uma questão de vida ou morte. Onde as mulheres eram criadas apenas para servir e reproduzir... Ainda bem que eu não vivi nessa época... Imagina só. Eu do jeito que sou atrevida e determinada, ter que respeitar a algum homem... Respeitar não, obedecer... Nunquinha!!! Jamais!!! De qualquer maneira eu adorei todas as partes, principalmente as que as mães transloucadas se desdobram para conseguir um marido para as filhas, encurralando os rapazes disponíveis quase dando-lhes um ultimato para um compromisso de casamento. rsrsrsrs Minha nossa! Deveria ser muito constrangedor para as moças da época... Imagina só... sua mãe a caça de um marido pra você? Não gosto nem de pensar! Bom... vamos falar um pouquinho do livro...
     Simon Basset é um homem marcado pela sua infância sofrida. Teve que crescer praticamente sozinho, depois que perdeu a mãe em seu nascimento e ainda pra complicar mais, teve a rejeição de seu pai como aprendizagem durante o seu crescimento. Mas isso nunca o desanimou, muito pelo contrário. Ele foi ficando cada vez mais forte e com isso foi conquistando mais dinheiro, fama e poder. Até a morte do seu odioso pai, onde ele recebeu o título de duque e acabou se tornando o mais concorrido dos partidos como marido. Festas, eventos e qualquer programação pública passaram a ser momentos tensos e desgastantes. Até... encontrar um bela moça que aparentemente estava em perigo. Aparentemente... O que causou grande admiração a ele. Que mulher poderia ser aquela, que mesmo sofrendo assédio de um rapaz,  se preocupava com a integridade física dele? E como ela conseguia se defender ser machucá-lo e se preocupando em não ferir os sentimentos dele? Ela o encantou! Mas não deveria se aproximar mais dela. Afinal, era uma moça em processo de encontrar um marido, coisa que ele jamais poderia lhe oferecer. Porque a única certeza de que Simon tinha na vida era que nunca, jamais se casaria. Mas ele não contava com a decisão do destino...
     Daphne Bridgerton, sempre foi uma mocinha muito segura de si. Mesmo sabendo que deveria se casar, jamais se permitiria um casamento sem amor, sem cumplicidade. Sua mãe sempre fez o possível para conseguir-lhe um bom marido, mesmo contra a vontade da filha. De qualquer maneira, ela sabia que jamais poderia obrigar a filha a dar um passo tão importante contra a vontade dela. Contudo, elas não poderiam esperar que as armadilhas do destino acabassem amarrando as vidas de duas pessoas tão diferentes e ao mesmo tempo tão parecidas. Em nenhuma momento Daphne poderia esperar que o grande e cobiçado duque poderia entrar na sua vida e transformá-la daquela  maneira e que sua presença pudesse fazer tanta falta a ela. Bailes não tinham mais graça sem ele... jantares faltavam o brilho sem ela... e assim os dois começaram a perceber que a cada dia estava mais difícil manter distância um do outro. E com isso, ela teria que brigar não apenas com Simon, mas principalmente contra os traumas do passado dele, para conseguir mantê-lo perto dela.
     Com certeza o livro desencadeia fatos, desejos e anseios interessantes no leitor. Eu aprovo e recomendo! Um livro muito bom mesmo!


2 comentários:

  1. Olá!
    Passando aqui para divulgar nosso blog, ajude-nos a alcançar a meta de 250 seguidores!
    http://blogimaginacaoliteraria.blogspot.com.br/

    Já estou seguindo seu blog também!
    Beijos,
    Feh

    ResponderExcluir